Padrasto depois de cortar seus pulsos libera garoto de 14 anos

14 março 2015

Padrasto depois de cortar seus pulsos libera garoto de 14 anos

Untitled-1

As negociações com o agente penitenciário identificado como Francisco José de Assis Guimarães, de 52 anos, que mantém o enteado de refém há mais de 40 horas segue para mais uma noite. O que começou na sexta-feira 13 terminou hoje por volta das 17h. Antes de liberar o garoto, o padrasto cortou os pulsos, atirou e foi socorrido. O garoto saiu caminhando sem ferimentos.

Entenda o caso

Na quinta-feira, 12, vizinhos ouviram o casal discutindo por volta das 21h no apartamento que fica localizado no bairro de Capim Macio, na Zona Sul de Natal. Por volta das 23h disparos foram ouvidos e a mulher do agente conseguiu sair de casa mas não conseguiu tirar o filho de 14 anos sob a mira do revólver do conjugue.

Policiais Militares do 5º batalhão e do Batalhão de Operações Especiais, BOPE, foram acionados para o local e por volta da 0h da sexta, 13, começaram as negociações. “Ele começou nervoso e estressado. Queria muito a mulher no lugar do menino e ameaçava todo momento a atirar na cabeça do garoto”, disse o Major Trigueiro, comandante do BOPE.

Na manhã da sexta, as negociações continuaram e vários curiosos e a imprensa chegaram ao local para procurar noticias. O Major Trigueiro novamente disse a imprensa que a situação estava planejada e pensada. “estamos utilizando uma tática norte-americana de gerenciamento de crises e dará certo. O Brasil todo também usa essa tática”, acrescentou o major. No local, várias equipes táticas do BOPE, Rádio Patrulha, Médicos e bombeiros foram chamados para reforçar o local.

A Noite chegou e a situação permaneceu a mesma. Com exclusividade ao portal 190RN, Trigueiro disse que as negociações estariam entrando em uma nova fase, já que estava anoitecendo. Ele disse ainda, que o padrasto estava tranquilo e que os negociadores estavam conseguindo falar tanto com ele quanto com o adolescente por meio de contato visual e telefônico. Francisco Guimarães pediu comida para ele e o enteado e com uma corda a PM conseguiu repassar a alimentação.

Em um novo contato com o Major Trigueiro na manhã de hoje, o comandante disse que existe uma advogada que também está colaborando nas negociações. Ainda segundo o Major, a polícia ainda não conseguiu encontrar familiares do agente penitenciário no estado, visto que ele é do estado do Rio de Janeiro.

A única exigência que o agente fez foi cigarros e pediu para trocar os reféns. Ele quer a esposa no lugar do menor. “Jamais vamos fazer isso. É contra toda nossa orientação. Não pretendemos invadir”, disse o comandante. Fotos de uma conversa do menor em uma rede social foram divulgadas e nela é possível ver o garoto pedindo ajuda e dizendo que o padastro irá matá-lo. Um áudio de uma possível conversa entre Guimarães e a PM também foi divulgado. Nele é possível ouvir que ele insiste em trocar os reféns.

No fim da manhã, um cachorro que também estava no apartamento foi liberado. No fim da tarde de hoje, após 41 horas o homem se despediu nas redes sociais, cortou os pulsos, liberou o garoto e se entregou. O garoto está bem e Francisco foi socorrido.

Informações, via: 190rn

Cynthia Consultora

Cynthia Consultora

Polo Club São José de Mipibu

Polo Club São José de Mipibu

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados