Portugal tem “obrigação ética e moral” de receber 700 refugiados

14 maio 2015

Portugal tem “obrigação ética e moral” de receber 700 refugiados


A presidente do Conselho Português para os Refugiados (CPR), Teresa Tito Morais, considerou que Portugal tem uma “obrigação ética e moral” de receber 700 refugiados em situação de emergência, devendo preparar-se para este “novo desafio”.

No âmbito do mecanismo de emergência europeu anunciado na quarta-feira pela Comissão Europeia, Portugal poderá vir a receber 704 refugiados de um total de 20.000 que serão distribuídos por todos os Estados-membros da União Europeia.

Para Teresa Tito Morais, “Portugal não poderá ficar indiferente ao drama que se está a passar no Mediterrâneo”, devendo “responsabilizar-se conjuntamente com os outros Estados europeus a tomar medidas urgentes de acolhimento de pessoas que estão com necessidade de proteção internacional”.

Relativamente ao número de 704 pedidos da quota que seria dada a Portugal, Teresa Tito Morais disse que não lhe parece exagerado, tendo em conta que “Portugal foi sempre o país da União Europeia que recebeu menos pedidos de asilo”.

A Comissão Europeia apresentou na quarta-feira, em Bruxelas, a Agenda Europeia para a Migração, que prevê desde já um regime de reinstalação temporária de 20 mil refugiados “por todos os Estados-membros” e que será dotado de “um financiamento suplementar de 50 milhões de euros para 2015 e 2016″.

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados