Juiz decreta prisão preventiva de delegado e advogada suspeitos de fraudes

17 julho 2015

Juiz decreta prisão preventiva de delegado e advogada suspeitos de fraudes



O juiz Raimundo Carlyle de Oliveira, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Natal, decretou a prisão preventiva do delegado da Polícia Civil Olavo Dantas de Medeiros Junior e da advogada Thayana de Moura Macedo. 

Os dois são investigados em um esquema de fraudes no Instituto de Previdência de Servidores do Estado do RN (Ipern) e já tinham sido presos de maneira temporária, no dia 8 deste mês.O delegado Olavo e Ana Cláudia negam o envolvimento, apesar de terem sido encontradas no apartamento do delegado várias procurações dos beneficiários do ex-auditor fiscal Gonçalo Pereira de Melo, dando plenos poderes para o mesmo, em razão do inventário do falecido. 

Já em depoimento, a advogada Thayana Macedo confessou e teria imputado a idealização ao delegado Olavo, além de informar outros crimes praticados pelo mesmo.Além do delegado e da advogada, o juiz também decretou prisão preventiva, nesta sexta-feira (17), de Ana Claudia de Oliveira Dantas, que outra investigada por participação no suposto esquema fraudulento.

Os delegados responsáveis pela investigação informaram que pediram a conversão de Prisão Temporária em Prisão Preventiva, “como garantia da ordem pública e para assegurar a aplicação da Lei Penal, em razão de farta prova da existência dos crimes comprobatória de autoria e materialidade”.

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados