. Ex-prefeita de Natal e ex-deputado do RN viram réus em ação de peculato

07 agosto 2015

. Ex-prefeita de Natal e ex-deputado do RN viram réus em ação de peculato



A Justiça do Rio Grande do Norte recebeu nesta sexta-feira (7) a denúncia do Ministério Público Estadual contra a ex-prefeita Micarla de Sousa, o ex-deputado estadual Gílson Moura e mais setepessoas por desvio de recursos públicos. Agora réus no processo de peculato, os acusados foram denunciados por irregularidades em convênios na Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) e a Associação de Atividades de Valorização Social (Ativa) entre junho e dezembro de 2010.

Na denúncia aceita pelo juiz Raimundo Carlyle de Olveira Costa, da 4ª Vara Criminal, além de Micarla de Sousa e Gílson Moura, viraram réus no processo o ex-secretário da Semtas, Aldedo Borges, Alan Cândido de Oliveira, João Valentim da Costa Neto, João Indaleto Guimarães Neto, Jefferson de Souza Bezerra, Orlando Francisco de Queiroz Júnior e Bruno Rocha de Souza. O G1 tentou contato com os advogados dos réus, mas não obteve retorno.

A denúncia do MP foi enviada ao poder judiciário em março do ano passado e nasceu da delação premiada de Rychardson de Macedo Bernardo e por sua noiva a época Emanuella de Oliveira Alves. Ambos foram réus no processo da operação Pecado Capital, deflagrada para apurar desvios de recursos públicos no Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN). Richardyson era diretor do Ipem, enquanto Emanuela era diretora da Ativa.

O Ministério Público imputa aos réus o desvio e a lavagem de dinheiro de recursos que alcançam o valor de R$ 440.706,43. Essa quantia, nos termos da denúncia, foi utilizada para custear despesas de campanha de Gilson Moura a deputado estadual no ano de 2010, conforme a denúncia do órgão ministerial.

Nos termos da denúncia, a ex-prefeita Micarla de Sousa e o ex-secretário Alcedo Borges atuaram, com conhecimento de causa, para incrementar os recursos públicos postos à disposição da Ativa a fim de propiciar o desvio do dinheiro pelo grupo do deputado Gilson Moura atuante na entidade. Na época a Ativa era dirigida por Emanuela de Oliveira Alves.


Fonte: G1

Polo Club São José de Mipibu

Polo Club São José de Mipibu

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados