Nísia Floresta e Parnamirim entrará no roteiro turístico do RN.

09 novembro 2016

Nísia Floresta e Parnamirim entrará no roteiro turístico do RN.


Região que recebe a cada ano cerca de 1,2 milhão de turistas devido principalmente ao cajueiro de Pirangi, que é considerado o maior do mundo, é cogitada para estruturação de um novo roteiro turístico, a Rota do Maior Cajueiro e das Lagoas do RN.

O roteiro envolve atrativos dos municípios de Parnamirim e Nísia Floresta, englobando desde a Barreira do Inferno, Pium, o cajueiro, os parrachos e 27 lagoas da região, sistematizando e dando maior visibilidade aos equipamentos existentes.

A proposta foi lançada pelo Sebrae no Rio Grande do Norte aos empresários na última terça-feira (8), durante a abertura do Fórum de Marketing Turístico, realizado no Caravelas Apart Hotel, em Pirangi do Norte.

Durante o fórum, foi discutida viabilidade de implantação da rota, cuja proposta inicial foi apresentada pelo diretor técnico da instituição, João Hélio Cavalcanti, que acredita o roteiro deverá consolidar o fluxo na região que naturalmente já tem vocação turística.

“Depois da duplicação da BR-101, o turismo regional tem se intensificado no estado. Precisamos organizar roteiros com equipamentos que atendam a essa demanda. Esse turista precisa de garantias em relação ao padrão de qualidade dos equipamentos”, argumenta o diretor.

Para comprovar a viabilidade do projeto de criação da Rota do Maior Cajueiro e das Lagoas do RN, João Hélio mostrou os modelos de estruturação de roteiros já trabalhados pelo Sebrae, como é o caso do ‘Do Sertão Para o Mar’ (Mossoró), ‘Seridó’, ‘Paraísos do Agreste’ e Rota da Fé (Santa Cruz). O mais recente é a Rota das Falésias que está sendo desenvolvido em parceria com o Ceará e deverá contemplar os empreendimentos da região de Mossoró e Costa Branca.

Pela proposta, primeiro será feito um diagnóstico dos empreendimentos, produto e serviços do roteiro. Será feita uma análise de mercado e planejamento estratégico da rota. O Sebrae também atuará na qualificação e adequação dos serviços, além de dar suporte na implantação de novos empreendimentos. A instituição dará também apoio na divulgação do roteiro.

Os empresários receberão capacitação subsidiada pelo Programa Sebraetec nas áreas de design, produtividade, propriedade intelectual, qualidade, inovação, sustentabilidade e serviços digitais. “Os equipamentos terão de ter um padrão de qualidade equivalente ao que é ofertado em outros roteiros. Percebemos que, apesar do alto potencial, o fluxo turístico da região ainda está desorganizado”.

De acordo com João Hélio Cavalcanti, o Sebrae vai elaborar uma proposta de plano de trabalho para implementação do roteiro e apresentar aos empresários da região. “Tudo vai depender muito dos empresários. Vamos precisar do envolvimento de todos os atores na criação de um grupo gestor, que deverá contar com representantes das duas prefeituras”.

Na avaliação do diretor, a criação do novo roteiro poderá fomentar toda a cadeia produtiva do turismo das duas cidades, beneficiando não apenas os empreendimentos turísticos, mas também agentes do setor de produção associada, como artesãos.

O público alvo do projeto seriam as micro e pequenas empresas formalizadas e inseridas nos destinos turísticos que fazem parte do roteiro, órgãos oficiais de turismo, conselhos municipais de turismo, lideranças e entidades de classes representativas do setor turístico, associações e grupos de produção associada ao turismo, assim como cooperativas e associações ligadas ao turismo.

Fonte: Sebrae-RN

Cynthia Consultora

Cynthia Consultora

Polo Club São José de Mipibu

Polo Club São José de Mipibu

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados