São José de Mipibu sai na frente implantando o prontuário eletrônico nas UBSs

08 dezembro 2016

São José de Mipibu sai na frente implantando o prontuário eletrônico nas UBSs



São José de Mipibu, distante 30 km de Natal, sai na frente implantando o sistema de prontuário eletrônico nas Unidades Básicas de Saúde – UBS, do município. Com esse avanço pioneiro na Grande Natal, a Secretaria Municipal de Saúde está facilitando a vida principalmente dos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS.

De acordo com os técnicos, Francislene Ribeiro, coordenadora da assistência básica, e Marcos André, assessor em sistema de saúde pública, com a utilização dessa plataforma digital todos os serviços de saúde do município serão acompanhados em tempo real por meio do histórico com informações do quadro clínico do paciente, além de resultados de exames realizados para facilitar o acompanhamento médico dos usuários do SUS.

Com a implantação desse novo método é possível se verificar em tempo real a disponibilidade de medicamentos ou mesmo registrar as visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento ao cidadão. A transmissão 100% digital dos dados da rede municipal à base nacional permite que o Ministério da Saúde verifique online como está sendo investido cada real do SUS na saúde do brasileiro.

O médico Aron Issac, que cumpre jornada de trabalho na UBS da Cohab, aponta a eficiência do sistema: ” Com esse novo sistema não corremos o risco de perder informações, uma vez que todas as anotações eram guardadas em papel físico, agora é tudo on line, em tempo real, podemos acessar as informações do paciente de qualquer lugar com a garantia de termos em mãos todo o histórico do paciente”, destacou.

Para a enfermeira Deyse Caroline o prontuário eletrônico facilita também no ganho de tempo para o atendimento, além de enriquecer o prontuário com informações sobre a vida clínica do paciente. “A chegada desse sistema de lançamento eletrônico das informações clínicas do paciente é um avanço que facilita o trabalho dos profissionais, que a partir de um “clic” tem a sua disposição as informações necessárias sobre a evolução dos atendimentos realizados em cada usuário do sistema SUS. Agora, o amontoado de fichas organizadas por letras do alfabeto é coisa do passado”, ressaltou.

“Com as informações unificadas e padronizadas o risco de fazermos um procedimento sem ter o conhecimento do histórico clínico do paciente é zero. É comum o paciente omitir informações sobre o seu estado de saúde porque naquele momento é mais importante para ele se livrar de um incômodo provocado com uma dor de dente, deixando de informar que é portador de pressão arterial alta, fator que pode colocar em risco o trabalho do cirurgião dentista naquele momento. Com o prontuário eletrônico disponível na tela do computador eu tenho a disposição todo o histórico do paciente, a partir de consultas médicas, exames clínicos e outras situações”, afirmou Vanessa Bezerril, dentista da UBS da Cohab.

Atualmente, 76% das unidades básicas de saúde ainda registram o histórico do paciente em papel, apesar de dados do Ministério das Comunicações apontarem que todas as cidades contam com ponto de internet banda larga. O Ministério da Saúde oferece plataforma gratuita, mas o envio dos dados também pode ser feito pelos municípios por sistema próprio. Após o período para implantação das plataformas, o pagamento do PAB Variável às prefeituras, equivalente a R$ 10 bilhões por ano, ficará condicionado à implantação do prontuário eletrônico. Esse recurso é aplicado no custeio dos atendimentos de pediatria e vinculados a programas como Saúde da Família, Brasil Sorridente, entre outros.

Para a agricultora Maria dos Prazeres da Silva Fontoura, de 54 anos, o sistema de prontuário eletrônico facilitou a vida das pessoas que procuram atendimento nas unidades de saúde: “Antes era um “remancho” para a gente ser atendida, o povo saía de casa sem saber ao certo a hora de voltar, agora não, agora a gente chega, agenda o dia e a hora do atendimento, desse jeito ficou muito melhor”, salientou.


A informatização dos sistemas de saúde é uma das prioridades da gestão do prefeito Arlindo dantas, com o propósito de facilitar o acesso ao Sistema Único de Saúde – SUS, além de integrar o controle das ações, promover a correta aplicação dos recursos públicos, obter dados para o planejamento do setor e, principalmente, propiciar a ampliação do acesso e da qualidade da assistência prestada à população, tornando o atendimento mais eficiente. A medida ajudará também a reduzir custos, evitando, por exemplo, a duplicidade de exames ou retiradas de medicamentos.

Das 41.688 UBS em funcionamento em 5.506 municípios, 10.134 (106,98 milhões de pessoas) já têm o Prontuário Eletrônico, sendo que 2.902 utilizam versões oferecidas gratuitamente pelo Ministério da Saúde, e 7.232 softwares próprios e privados. O Ministério da Saúde está preparado para apoiar os municípios que encontrarem dificuldades na implantação do prontuário eletrônico.

ads

ads

ads

ads

Farmácia Central

Farmácia Central

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados