Terremoto deixa mais de 90 mortos na Indonésia

07 dezembro 2016

Terremoto deixa mais de 90 mortos na Indonésia



Ao menos 97 pessoas morreram e centenas ficaram feridas em um terremoto de 6,5 graus que abalou nesta quarta-feira (7) a ilha indonésia de Sumatra, onde prosseguem os trabalhos de resgate. O tremor aconteceu durante a manhã na província de Aceh, norte de Sumatra.

"Estes números devem aumentar por causa da grande destruição", afirmou o diretor da Agência Nacional de Catástrofes, Sutopo Purwo Nugroho. O terremoto de 6,5 graus de magnitude aconteceu às 5h03 locais (20h03 de Brasília, terça-feira), de acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS), 10 km ao norte de Reuleuet.

O tremor atingiu com força o distrito de Pidie Jaya, no momento em que muitos moradores desta região de maioria muçulmana se preparavam para oração matinal. Várias casas, mesquitas e lojas desabaram na pequena cidade de Meureudu e no distrito de Pidie

Ruínas na província de Aceh (Foto: 
Chaideer Mahyuddin / AFP Photo)

Em Pidie Jaya, o minarete de uma mesquita desabou sobre o templo e destruiu parte da estrutura. Outros edifícios foram reduzidos a escombros, enquanto as equipes de emergência tentavam retirar as pessoas presas.

O único hospital do distrito ficou lotado, afirmou à AFP Puteh Manaf, funcionário da Agência Nacional de Catástrofes.

Hasbi Jaya, que mora na região, contou que sua família estava dormindo na hora do terremoto. "Nós corremos para a rua e a casa desabou. Tudo, do teto ao solo, ficou destruído", afirmou à AFP.

"Olhei ao redor e todas as casas dos meus vizinhos também estavam absolutamente destruídas". Uma testemunha afirmou que os moradores caminhavam pelas ruas e temiam eventuais tremores secundários antes de voltar para casa.

Said Mulyadi, administrador adjunto do distrito de Pidie Jayam, afirmou que sete crianças morreram e que o hospital local está além de sua capacidade pelo número de feridos. "O hospital não tinha como atender os pacientes e enviamos alguns aos distritos vizinhos", disse.

Apriadi Achmad, diretor da unidade local para desastres, afirmou à AFP que muitas pessoas estavam presas em imóveis que desabaram na tragédia.

"Várias lojas e casas desabaram no distrito de Pidie Jaya e os moradores ainda estão presos nos escombros", disse. "Agora estamos utilizando equipamento pesado para o resgate e esperamos salvar as pessoas".

Via: G1
Centro - São José de Mipibu/RN

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados