Manifestantes queimam carro da polícia após morte de ativista LGBT

19 setembro 2017

Manifestantes queimam carro da polícia após morte de ativista LGBT


Diversos manifestantes se reuniram no Campus da Georgia Tech, na última segunda (18), para protestar pelo assassinato da estudante e ativista LGBT Scout Schultz.

Segundo a polícia local a vigília começou de maneira pacífica, e durou cerca de meia hora. Quando os manifestantes haviam se dispersado, um outro grupo com cerca de 50 pessoas marchou até a sede da polícia do campus e começou a confrontar os policiais.

A imagem acima mostra o momento em que este grupo coloca fogo em um carro da polícia. Segundo a CNN, três manifestantes foram detidos e dois policiais tiveram ferimentos leves.

O Assassinato de Scout Schultz 

O caso que motivou a manifestação no campus da Georgia Tech foi o assassinato de Scout Schultz no último sábado (17), por um policial que fazia a patrulha no campus da universidade.

Scout Schultz, de 21 anos, foi atingido por um agente da polícia da universidade durante uma discussão e acabou morrendo no hospital. O uso excessivo de força por parte da polícia gerou revolta em torno do caso.

A estudante e ativista LGBT Scout Schultz https://www.instagram.com/trannysaur/

Polo Club São José de Mipibu

Polo Club São José de Mipibu

Farmácia Central

Farmácia Central

Vidraçaria Bom Jesus

Vidraçaria Bom Jesus

Madeireira Jatobá

Madeireira Jatobá

M2 Academia

M2 Academia

ads

ads

Ari Moto Peças

Ari Moto Peças

ads

ads

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

  • Copyright © 2017 - Digital Mipibu!
  • Todos os direitos reservados